Truques para organizar uma mudança sem dor de cabeça

Truques para organizar uma mudança sem dor de cabeça

Não é fácil, mas organizar uma mudança é possível!

Praticamente todo mundo já precisou se mudar pelo menos uma vez na vida. E, até por isso, é de conhecimento geral o quanto esse momento pode ser estressante. Porém, com alguns truques na manga, boa parte das dores de cabeça mais comuns para organizar uma mudança podem ser evitadas.

Existem algumas formas interessantes de organizar tudo para que a ida de um imóvel para outro aconteça da maneira mais suave possível. Venha descobrir com a gente o que pode ser feito para se mudar sem se estressar.

1 – Monte uma programação ao organizar uma mudança

O planejamento é o principal para conseguir lidar com todas as tarefas de organizar uma mudança sem precisar esquentar a cabeça. Para começar, liste tudo o que precisa para a mudança, como caixas, etiquetas, fita adesiva, plástico bolha, canetas etc.

Depois de saber os materiais necessários, o melhor é organizar as atividades que precisam ser feitas por datas. Por exemplo: “comprar caixas”, “cancelar a internet”, “desmontar guarda-roupa”, “fazer orçamento de transporte” e assim vai. Com tudo listado, basta seguir o cronograma e ver como tudo flui bem melhor.

2 – Verifique as regras dos condomínios

A antecedência é sua maior companheira para evitar estresses. Digamos que você está se mudando para um novo apartamento no Centro de BH, é importante verificar as regras do condomínio para a mudança.

Assim, você evita multas e consegue levar tudo com a maior tranquilidade possível. Além disso, se você já mora em um prédio, é importante verificar as regras do edifício que você está saindo também.

3 – Cancele os serviços da sua antiga casa

Luz, água, TV a cabo, internet, telefone e gás são serviços que precisam ser cancelados antes mesmo da mudança. Afinal, a grande maioria das concessionárias desses serviços precisam de um prazo para o desligamento e a transferência para o novo endereço. Colocar essa parte no cronograma é essencial para não ter estresse.

4 – Altere o seu endereço postal

Tem algumas coisas que podem ser resolvidas com o tempo, mas é melhor se organizar e fazer essa alteração o quanto antes com pontos que podem ser problemáticos. Sendo assim, não esqueça de alterar os dados de correspondência para coisas mais importantes, como fatura de cartão de crédito ou serviços bancários.

5 – Não tenha medo de desapegar

Doar ou jogar fora uma série de coisas que não tinham mais utilidade para você faz parte do processo de mudança. É até melhor deixar alguns utensílios de lado, assim você não precisa se preocupar em conseguir espaço para eles depois.

A dica aqui é tentar separar o máximo de coisas possível o quanto antes para já colocar à venda, fazer a doação ou jogar fora antes de toda a movimentação da mudança acontecer.

6 – Não compre mais alimentos

Pelo menos 15 dias antes da mudança, é bom não comprar mais nenhum alimento para a casa antiga e consumir o que você já tinha. Dessa forma, você não precisa se preocupar em encaixotar comida e pode desligar a geladeira o quanto antes. Deixe para fazer as compras já na casa nova.

7 – Desligar os eletrodomésticos

Tirar tudo da tomada na hora da mudança pode causar problemas enormes e atrapalhar bastante a sua vida. Sendo assim, desligue a geladeira, o freezer e o ar condicionado pelo menos 2 dias antes, para evitar vazamentos. Já o restante dos equipamentos — como fogão, micro-ondas, TV, computador etc. — devem ser desligados no dia anterior, para esfriar.

8 – Faça os orçamentos de transporte ao organizar uma mudança

Você pode contratar um frete ou uma transportadora de mudanças, conforme o seu orçamento. A vantagem do frete é o seu baixo custo para pequenas cargas em lugares próximos, mas você vai precisar empacotar e carregar praticamente tudo.

Já as transportadoras fazem mudanças de qualquer porte e, até mesmo, podem disponibilizar uma equipe para carregar os seus objetos para o caminhão. Basta orçar o que é mais vantajoso para você conforme os níveis de serviço oferecido.

9 – Chegou a hora de encaixotar

Encaixotar com critério pode ser chato no início, mas vai te poupar um trabalhão na casa nova. Sendo assim, coloque objetos de cômodos diferentes em caixas diferentes e coloque etiquetas com o que está indo em cada caixa. Outra dica de ouro é colocar objetos que podem ficar mais pesados, como livros, em caixas menores.

10 – Tenha uma mala de sobrevivência

Separar uma mala para ter fácil acesso aos seus itens mais essenciais é uma ótima ideia. Escova de dente, desodorante, roupas para alguns dias, papel higiênico, toalha de banho, jogo de cama e travesseiro são algumas boas dicas para deixar ao seu alcance. O importante é deixar tudo isso junto para não precisar desencaixotar tudo procurando o que você mais precisa.

11 – Libere a sua agenda

A mudança é uma atividade que vai durar o dia inteiro, então não marque nenhum outro compromisso na mesma data. Inclusive, se possível, é bom tentar pedir uma dispensa no trabalho caso seja em dia de semana. Tente, também, deixar 1 ou 2 dias seguintes livres para se organizar no novo lar.

12 – Colocando tudo no lugar

Agora que você já cumpriu quase tudo, chegou a hora de organizar o novo lar. A dica aqui é ir por partes e com o máximo de paciência possível. Comece desencaixotando e arrumando o que é dos cômodos mais utilizados. Quase ninguém organiza a casa nova em um só dia, então tudo bem se sobrarem caixas para depois.

Gostou dos truques para evitar dores de cabeça quando for se mudar? Conhece alguém que também vai gostar de ler esse artigo? Então compartilhe o texto nos seus grupos de WhatsApp e envie nas suas redes sociais.

0 Comentários

Seu comentário: